da

Cura

Oráculo

afirmacoes.png

CRISTAIS

 A energia dos cristais, é uma composição dos elementos da natureza e dos raios vibracionais. Os cristais transmitem uma espécie de raio que é absorvido pelo corpo físico. Esses raios absorvidos pelo corpo, desbloqueiam e alinham os chakras, que são os sete centros de energia que todos nós possuímos.

Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações. Eles trazem energia vibracional de alta freqüência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.     Cada cristal tem uma função específica, de acordo com seu tamanho e coloração. Os cristais grandes, como, por exemplo, a Drusa por ser um quartzo de várias pontas, é excelente para as limpezas dos ambientes.
 

Seu primeiro cristal

Lição número 1: você não escolhe um cristal. Ele escolhe você.

É aconselhável para as pessoas que desejam obter um cristal, escolher algo simples, como o quartzo (transparente). 


Segure o cristal em suas mãos e procure sentir a vibração que ele emite. Se sentir uma mudança de temperatura nas mãos ou uma espécie de formigamento, este será o cristal ideal para você.       Após a compra do cristal escolhido, ele deverá passar por um processo especial de limpeza e energização. 


É importante saber que quando um cristal entra em contato com o corpo físico, ele absorve muitas energias negativas, precisando ser limpos e energizado antes de ser utilizado.


      A limpeza de um cristal faz com que todas as energias por ela 
absorvida sejam descarregadas. Já a energização devolve as energias ao cristal,deixando-o pronto para que você possa utiliza-lo novamente.

 

Métodos de limpeza de cristais

1. Pegue uma bacia de vidro ou de plástico (não pode ser de alumínio), coloque água e sal grosso, deixando os cristais submersos por 24 horas ou mais.


2. Separe os cristais a serem limpos, deixe-os exposto à uma chuva forte, desta maneira eles irão descarregar as energias negativas para a terra.


3. Pegue o(s) cristal (is) a serem limpos. Ascenda um incenso de seu gosto e assopre a fumaça em direção aos cristais. Faça este processo 3 vezes.


 

Energização de cristais

1. Para quem mora perto de um rio ou riacho, é uma ótima opção deixar a água da correnteza cair sobre os cristais por alguns minutos.


2. Deixe os cristais exposto à luz solar, no mínimo por seis horas, ou deixe exposto à luz lunar, ficando a noite inteira.


3. Pegue um ou dois cristais de cada vez. Segure-os na mão, deixando a água da torneira cobrir os cristais, imaginando uma luz dourada penetrando no cristal. Permaneça com os cristais na água por 2 minutos ou mais.


4.Enterre os cristais e deixe-os por 24 horas. 


5. Deixe os cristais perto de uma Drusa (Quartzo transparente com várias pontas) por algumas horas.

Programação
Os cristais podem ser programados para determinados fins. Para iniciar uma programação em um cristal, é preciso estar em um ambiente calmo e inspirar bastante amor para dentro do cristal.

 

Os cristais são sensíveis à mente, por isso, tenha cautela e paciência ao iniciar uma programação. Caso durante a programação surgir alguma interrupção, recomece todo o processo novamente.


  Se quiser programar o cristal para outros fins, lembre-se que é preciso passar pelo processo de limpeza e de energização, e então, dê a seqüência da programação.


Este processo é dividido em 3 partes:


1. Escolha um cristal de sua preferência


2. Segure-o na mão direita, pense mentalmente qual irá ser a sua função. Ex: “Este cristal vai curar...”


3. Permaneça com o cristal na mão por mais 10 minutos, sentindo a conexção que está sendo criada com ele.
 

Utilização

Banhos: Para obter um efeito de energização, escolha alguns cristais de sua preferência e coloque-os em uma banheira. Após o banho, limpe-os e energize-os novamente.


Energização de ambientes: Escolha alguns cristais e coloque-os dentro de um vidro, um deles precisa ser quartzo. A medida que a água dentro do vidro for mudando de cor e ficando escuro, troque a água e lave os cristais.

Uso pessoal: Escolha um cristal e coloque dentro de um veludo e carregue-o dentro da bolsa, no bolso ou qualquer outro lugar de sua escolha. Ou coloque um cristal de sua escolha dentro do travesseiro enquanto dorme.

Plantas: Escolha um cristal de sua preferência e coloque perto da raiz da planta a ser energizada. 


 *Para ser absorvida, a energia de um cristal, vire a ponta do cristal de modo que fique direcionado a você. Se for passar energia para outra pessoa, direcione a ponta do cristal para a pessoa que irá receber a 
energia.

 

Elixir de Cristais

Os elixires devem ser preparados com água mineral com um PH 7 ou aproximado, pois estas são menos ácidas. Ou pode ser utilizada água de fonte, devidamente fervida ou filtrada. O ideal é que o preparo seja realizado no período entre Lua Nova e Lua Cheia. A energia da fase da lua específica pode também ser utilizada para o preparo.

 

Lua Nova para autoconhecimento e questões espirituais

 

Lua Crescente para prosperidade 

 

Lua Cheia para questões amorosas e sexuais.

 

É recomendado, para quem domina a técnica da radiestesia, a utilização do pêndulo para avaliar o preparo, bem como os gráficos para potencializar o elixir, caso deseje.

Para conservação e estocagem, usa-se Álcool de Cereais, Vodka ou Conhaque. O elixir deve ser mantido em vidros de âmbar, devidamente esterilizados e rotulados com data da fabricação e que tipo de cristal ali está contido. Normalmente a validade dos elixires vão de dois à três anos se bem conservados. Devem ser consumidos de 7 a 9 gotas 3x ao dia, durante 28 a 60 dias no máximo.

 Modo de preparo - Método Direto

1. Escolha o cristal de acordo com a energia que pretende utilizar (pode utilizar mais do que um tipo de cristal). Tenha em atenção a toxicidade do cristal e a sua sensibilidade à água. 

2. Faça primeiro uma limpeza energética do cristal ou cristais (veja como aqui).

3. Coloque a intenção de ser assistido na produção do elixir para o seu Bem Supremo ou da pessoa que o irá utilizar.

4. Coloque o cristal dentro de um jarro ou taça de vidro e encha com a água que costuma beber.

5. Coloque uma tampa ou cubra com película transparente.

6. Coloque à luz do sol durante, no mínimo, 3 horas e, no máximo, 6 horas, no exterior ou no parapeito de uma janela. Pode também colocar ao luar pelo mesmo período de tempo (ATENÇÃO: nem todos os cristais podem apanhar sol porque perdem o seu brilho natural, ex.: ametista).

7. Retire o cristal e deposite a solução numa garrafa com tampa. Guarde num local fresco e, se não tiver alcool ou algum dos elementos de preservação citados acima, consuma em no máximo, uma semana.

8. Agradeça aos cristais e a assistência na produção do elixir. O seu elixir está pronto a ser consumido. Não consuma mais do que um copo por dia.

9. Se pretender conservar mais que uma semana, adicione 50% de vodka ou brandy e guarde num local fresco.

Modo de preparo - Método Indireto

Nem todos os cristais podem entrar em contacto com a água.

 

Alguns  sedissolvem e outros perdem o brilho ou podem ficarenferrujados, mas é muito importante saber que alguns cristais são tóxicos como a malaquite e outros, o que faz deste método o mais seguro, especialmente para quem não tem a certeza de como utilizar certos cristais.

1. Escolha o cristal de acordo com a energia que pretende utilizar (pode utilizar mais do que um tipo de cristal).

2. Faça primeiro uma limpeza energética ao cristal (veja como aqui).

3. Coloque a intenção de ser assistido na produção do elixir para o seu Bem Supremo ou da pessoa que o irá utilizar.

4. Coloque o cristal dentro de um pequeno jarro ou copo de vidro e coloque este dentro de um outro recipiente maior de vidro e encha este último com a água que costuma beber.

5. Coloque uma tampa ou cubra com película transparente.

6. Coloque à luz do sol durante, no mínimo, 3 horas e, no máximo, 6 horas, no exterior ou no parapeito de uma janela. Pode também colocar ao luar pelo mesmo período de tempo.

7. Retire o cristal e deposite a solução numa garrafa com tampa. Guarde num local fresco e, se não tiver alcool ou algum dos elementos de preservação citados acima, consuma em no máximo, uma semana.

8. Agradeça aos cristais e a assistência na produção do elixir. O seu elixir está pronto a ser consumido. Não consuma mais do que um copo por dia.

9. Se pretender conservar mais que uma semana, adicione 50% de vodka ou brandy e guarde num local fresco.

Cristais tóxicos que deve ser usados

apenas com o método indireto:

Amazonite - contém cobre

Atacamite - contém cobre

Agua-Marinha - contém alumínio

Azurite - contém cobre

Celestite - contém estrôncio

Crisocola - contém cobre

Dioptase - contém cobre

Dumortierite - contém alumínio

Fluorite - contém flúor

Granada - contém alumínio

Hematite - não é tóxica, mas enferruja

Kunzite - contém alumínio

Labradorite - contém alumínio

Lapis-Lazuli - contém pirite

Lepidolite - contém alumínio

Magnetite - não é tóxica, mas enferruja

Malaquite - contém cobre

Moldavite - contém óxido de alumínio

Pedra da Lua - contém alumínio

Morganite - contém alumínio

Pietersite - se na forma fibrosa contém amianto

Prenite - contém alumínio

Pirite - contém enxofre

Selenite - não é tóxica, mas dissolve-se na água

Serpentina - se na forma fibrosa contém amianto

Smithsonite - pode conter cobre

Sodalite - contém alumínio

Sugilite - contém alumínio

Pedra do Sol - contém alumínio

Topázio - contém alumínio

Turmalina - contém alumínio

Turquesa - contém alumínio e cobre

Zoisite - contém alumínio